COMO SERÁ O RETORNO PÓS CRISE NOS EUA?

Como será o retorno pós crise nos EUA?
Estados Unidos Legislação por país1 comentário em COMO SERÁ O RETORNO PÓS CRISE NOS EUA?

COMO SERÁ O RETORNO PÓS CRISE NOS EUA?

O que será do Amanhã?

Ultimamente a palavra crise tem feito parte do nosso dia-a-dia.  Eu mesma tenho escrito muito, felizmente o texto de hoje tem um novo sentido, mostrar como será o retorno pós crise nos EUA?
Os meios eletrônicos tornaram-se ferramentas de trabalho, estudo, comunicação entre amigos, família e, claro, de propagação de muitas notícias verdadeiras, mas sobretudo também de muitas fake news. Nesse momento faz parte das nossas vidas e, certamente, do nosso futuro.
No entanto, tem sido importante saber as informçãoes usando-se adequadamente da internet.
Às vezes parece difícil acreditar que as atividades serão retomados em breve.  No entanto, ter um plano é fundamental . Planejar o futuro traz segurança.
Por isso, é muito bom ler o guideline americano e entender como será o processo de reabertura nos Estados Unidos.  Ele está disponível na página eletrônica do governo americano, para ter acesso na íntegra ao documento clique aqui.

Globalização também no Direito

Como eu venho falando em inúmeros textos, as regras e legislações tem se tornado muito parecidas pelo mundo todo. Assim, entender as normas de outros países pode ajudar muito, comparar e ver como acontecerá nos outros lugares. 
A proposta americana, Guidelines opening up America Again, Diretrizes para reabertura da America de novo, está baseada no sistema federativo americano, do mesmo modo que ocorre muitos países.
Dessa maneira, o Governo Federal traz linhas genéricas e, os Estados e Municípios, ou no caso americano os Condados, as implementam conforme a necessidade local fazendo as devidas adaptações para cada caso concreto.
Nesse sentido, o plano americano está baseado nas convicções mundiais já existentes até o presente.
Vale lembrar que os Estados Unidos tem uma área muito extensa e uma das maiores populações do mundo, por isso é necessária a organização e estruturação da reabertura.

Guidelines opening up America Again

Conforme orientação mundial, considera-se que o período do COVID-19 numa pessoa, com os sintomas está em torno de 14 dias.  Partindo-se desse pressuposto e da capacidade dos hospitais de cada localidade, as diretrizes deixam claro que, é preciso verificar a saída da situação emergencial, pico da doença, para iniciar a reabertura.
Além disso, reafirma que cada Estado deve seguir o plano desde que o seu sistema de saúde já esteja com capacidade para receber eventuais doentes, efetuar os testes para diagnóstico e seja capaz de proteger os cidadãos da Pandemia atual.
Também está especificado que ele foi tudo baseado em informações atualizadas com intuito de se diminuir os riscos de um novo crescimento e resguardando-se as pessoas mais vulneráveis.

Práticas a serem incorporadas

Ademais, as práticas de boa higiene devem ser mantidas conforme todo o protocolo já demonstrado mundialmente.
Isto é, lavar as mãos rigorosamente com sabonete, ou utilizar mecanismos como desinfetante compostos de álcool. Evitar tocar o rosto especialmente nariz e boca.
Espirrar ou tossir cobrindo a boca com o cotovelo. Cuidar de desinfetar as superfícies sempre que possível e, incorporar a nova medida do uso de máscaras faciais em público até nova informação.
Por fim, pessoas que se sentirem doentes devem permanecer em casa e procurar ajuda médica
É de responsabilidade dos empregadores providenciar a distância entre trabalhadores e prover equipamentos de segurança. Diante das circunstâncias atuais, está permitido a checagem de temperatura dos funcionários. Cabe ao empregador também, a responsabilidade de realizar a limpeza adequada do ambiente de trabalho.

Leia também:
POR QUE O DIREITO À ESPERANÇA É IMPORTANTE DIANTE DA CRISE ATUAL?
VIAGEM E O COVID-19: QUAIS SÃO AS REGRAS?
5 DICAS PARA QUEM ESTÁ DE VIAGEM OU DE MUDANÇA PARA OUTRO PAÍS

Como será o retorno pós crise nos EUA – Primeira Fase

Segundo o protocolo americano, foram divididas em três fases para a reabertura dos Estados Unidos.
Inicialmente, a primeira fase, requer a satisfação de critérios que tenham afastado a fase crítica da pandemia, com o chamado achatamento da curva e, declínio do número de infectados.
Nessa fase, todos os vulneráveis deverão permanecer em isolamento social não podendo retornar ao trabalho ou ambientes exteriores.
Quando as pessoas não vulneráveis estiverem em ambientes públicos deverão manter a distância adequada e, evitar socialização com mais de 10 pessoas.
Viagens não essenciais ainda deverão ser evitadas.

Ainda na Primeira Fase

Como consequências nessa primeira fase, continua sendo encorajado o trabalho por meio eletrônico em casa. O retorno ao trabalho de pessoas não vulneráveis deverá ocorrer programado por etapas e, as áreas comuns ajustadas com protocolos de distanciamento social.
As escolas e atividades relacionadas à educação permanecerão fechadas. Além disso, visitas a pessoa idosas bem como, aos hospitais também seguem proibidas.
Incluem-se nas vedações de reabertura no primeiro momento, cinemas, teatros, atividades de esportes e restaurantes. As cirurgias eletivas poderão ser retomadas e agendadas conforme as clínicas e hospitais estejam devidamente preparados.  
Academias de ginástica podem ser reabertas, desde que observados estrito protocolo de distanciamento social.

Como será o retorno pós crise nos EUA – Segunda Fase

Em seguida, avançando-se no processo de reabertura social pode ser implementada a segunda fase.
Nesse momento, seguem em isolmanto social as pessoas vulneráveis. Atividades em público já podem contar com até 50 pessoas e as viiagens não essenciais podem ser retomadas.
Os empregadores devem continuar encorajando trabalho à distância.
Finalmente, as escolas e atividades relacionadas podem ser abertas. Visitas para idosos e localidades como hospitais continuam proibidas.
Atividades como restaurantes, teatros e cinemas podem ser retomadas desde que observadas o devido distanciamento social e protocolos oficiais.

Como será o retorno pós crise nos EUA – Terceira Fase

Por fim, a terceira e última fase de reabertura reinsere as pessoas vulneráveis às atividades usuais, entretanto, mantendo-se a distância física recomendada desde que seja com o uso de máscaras faciais. Ainda assim, devem evitar locais com aglomerados de pessoas.
Os trabalhos podem ser retomados assim como as visitas a hospitais observadas questões rígidas de higiene.
Está clara que a vida vai ser muito diferente daqui para frente frente teremos que nos adaptar a tudo isso.
Devido ao tamanho dos EUA há a necessidade de um plano rigoroso para que se torne eficaz. Seguimos observando como serão as regras pelo mundo.

Olá! Para quem ainda não me conhece, eu sou a Raquel. Sou formada em direito e, desde pequena, vivo me mudando. Primeiro, pelo trabalho do meu pai. Nasci numa cidade diferente de toda a minha família. Depois me mudei para São Paulo, onde estudei, me formei em Direito, advoguei, terminei meu mestrado e também me casei. Juntos eu eu o meu marido embarcamos numa grande aventura. Tivemos nossos três filhos e nos mudamos de cidade e país algumas vezes. Lecionando descobri que o Direito fica muito mais interessante quando é compartilhado com pessoas interessadas. Assim, criei esse novo projeto para seguir estudando, pesquisando, compartilhando ideias e leis com vocês!

One thought on “COMO SERÁ O RETORNO PÓS CRISE NOS EUA?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o topo
Translate »