LEIS PELO MUNDO: COMEMORANDO O PRIMEIRO ANIVERSÁRIO

LEIS PELO MUNDO: COMEMORANDO O PRIMEIRO ANIVERSÁRIO
Brasil no mundo Legislação para viajantesLeave a Comment on LEIS PELO MUNDO: COMEMORANDO O PRIMEIRO ANIVERSÁRIO

LEIS PELO MUNDO: COMEMORANDO O PRIMEIRO ANIVERSÁRIO

Sem sombra de dúvida, time flies. A expressão corriqueira no mundo moderno faz muito sentido ao estilo de vida atual, inclusive ao meu. Faz um ano que o Leis pelo Mundo está no ar. Nesse texto, LEIS PELO MUNDO: COMEMORANDO O PRIMEIRO ANIVERSÁRIO, vou contar um pouco sobre essa trajetória.
No início, o Leis pelo Mundo era um sonho, um projeto. Aos poucos foi tomando forma, as ideias se concretizaram e o plano virou realidade.
Na verdade, tomou proporções maiores do que o planejado, mas com resultados incríveis.
Mas nada foi tão simples assim. Então vamos lá, segue um pouco dessa história.

Processo de Criação

Claro que, para chegar ao resultado atual, o processo foi longo. Eu errei muito, tive que corrigir, aprender. Fiz cursos sobre internet, por que a parte da tecnologia nunca foi o meu forte.
Nesse processo também busquei ajuda técnica para me ensinar sobre paleta de cores, engajamento, templates e muito mais.
Por isso, tudo é fruto de muito trabalho, estudo, pesquisas, tempo. Engana-se aquele que pretende iniciar um trabalho com ferramentas de internet achando que é simples.
Incialmente, a decisão de retomar minha carreira foi um passo decisivo.  Em alguns momentos eu cheguei a cogitar mudar de profissão, dar outro rumo a minha vida.
Mas passou!
Eu outro texto contei sobre algumas experiências tais como, do Engenheiro que virou suco, que eu não queria vivenciar.

Pelo Mundo

Finalmente, com a certeza de queria seguir na estrada do Direito precisava alinhar a logística para isso. Apesar da forte convicção, com tantas mudanças de cidade e país, era difícil enxergar um caminho possível. 
De fato, eu queria um trabalho que pudesse estar comigo por onde eu fosse. Naquele momento, eu nem imaginava que logo estaria de volta ao Brasil.
Ao mesmo tempo, também queria aproveitar a minha experiência internacional de ter morado em tantos lugares diferentes, o meu mestrado em Direito Internacional,conciliar tudo.

Leia também:
COMO SÃO AS TRADIÇÕES NATALINAS NA HOLANDA;
TRANSPORTE DE ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO: UM GUIA COMPLETO:
HAIA: POR QUE A CIDADE HOLANDESA É REFERÊNCIA NO DIREITO INTERNACIONAL;

Direito e os estudos

Acima de tudo, sempre adorei o Direito e, principalmente, a carreira acadêmica. Estudar, me manter atualizada e contribuir para a solução de problema sempre foi um objetivo claro. Não obstante as mudanças, sempre fiz cursos por onde passava.
Entretanto, advogar em outros países é muito difícil. Os órgãos de classe tem processos de equiparação longos. E, eu não permanecia tempo suficiente para concretizá-los por onde passava.
Ainda sem saber ao certo o que faria comecei a escrever. Postei um texto e recebi uma proposta para escrever mensalmente na plataforma Mães Mundo Afora.
Dali em diante, não parei mais.  Percebi que conseguia conciliar a trajetória de mudanças e vivências por diversos locais assim como o Direito e as Leis pelo Mundo.

Leis pelo Mundo: comemorando o primeiro aniversário – desafios

Cada um possui uma maneira para se expressar.  A minha é escrevendo, falando, trocando ideias com pessoas.  Logo depois de escrever alguns textos sobre a vida expatriada percebi que era possível conciliar o Direito com informações práticas e acessíveis a todos.
Num mundo digital por que não facilitar informações importantes que podem ajudar pessoas independentemente de onde estejam.
Nesse momento, o Leis pelo Mundo foi tomando forma. 
A cada questionamento, mensagens, pedido de informações, entendi que havia retomado minha profissão.

Conhecimento guardado é como rio parado

Pouco a pouco, as ideias se organizaram e surgiram muitas sugestões, interação e engajamento. 
E por falar em novos termos, aprendi muitos nesse período tais como, algorítmo, SEO, stalker, bem como, engajamento dentre muitas outras. Além disso, aprendi que a sororidade é algo grandioso.
Por outro lado, enxergamos tantas coisas ruins no meio eletrônico, mas o meu copo costuma estar meio cheio, então agradeço muito a ajuda que sempre tive na internet.
Assim, conheci pessoas incríveis, fiz novos contatos e percebi que para fazer algo possitivo basta iniciar.
Às vezes me perguntam, por que compartilhar todas essas informações.  Então, me lembrei que conhecimento guardado é como o rio parado, de nada adianta.
Cada vez que escrevo ou procuro uma resposta para alguém, aprendo muito mais.
Esse é o pilar do Leis pelo Mundo. 

Leis pelo Mundo: comemorando o primeiro aniversário – metas

Em suma, prefiro que a internet seja alida. Dessa maneira, no mesmo dia consigo entrar em contato com pessoas na China, em Hong Kong, passo pela Europa chego nos Estados Unidos, dou uma paradinha no Panamá e, volto para o Brasil.  Tudo isso, sem sair de casa. 
Esse elo eletrônico é fundamental no mundo atual e é a rotina do Leis pelo Mundo. Há muito mais por vir, em 2021 e nos próximos anos.
Como resultado, são muitos planos e novos projetos, mas sigo com as consultorias e com o conteúdo online. Portanto, aproveitar esse final de ano para planejar o futuro é fundamental.

Leis pelo Mundo: comemorando o primeiro aniversário – parceria e união

Definitivamente, os objetivos do Leis pelo Mundo de conectar pensamentos, pessoas, compartilhar e trocar experiências, conhecimento estão firmes. Logo, seguir aprendendo lições todos os dias também é certo.
Mas, o principal é agradecer a todos pela confiança, carinho, interação. Comemorar esse primeiro aniversário e vislumbrar o caminho trilhado até aqui traz imensa alegria e satisfação. 
Por fim, o Leis pelo Mundo está apenas começando. Conto com vocês para seguir compartilhando o conteúdo, comentando, dando sugestões, críticaando e muito mais.
Seguimos juntos, afinal de contas “it’s a small world after all.” (é um mundo pequeno afinal).
Vida longa ao Leis pelo Mundo, muito obrigada!

Olá! Para quem ainda não me conhece, eu sou a Raquel. Sou formada em direito e, desde pequena, vivo me mudando. Primeiro, pelo trabalho do meu pai. Nasci numa cidade diferente de toda a minha família. Depois me mudei para São Paulo, onde estudei, me formei em Direito, advoguei, terminei meu mestrado e também me casei. Juntos eu eu o meu marido embarcamos numa grande aventura. Tivemos nossos três filhos e nos mudamos de cidade e país algumas vezes. Lecionando descobri que o Direito fica muito mais interessante quando é compartilhado com pessoas interessadas. Assim, criei esse novo projeto para seguir estudando, pesquisando, compartilhando ideias e leis com vocês!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
Translate »