ENTENDENDO AS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS AMERICANAS

Entendendo as eleições americianas
Constitucional Estados Unidos Internacional Legislação por paísDeixe um comentário on ENTENDENDO AS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS AMERICANAS

ENTENDENDO AS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS AMERICANAS

Nesse texto, entendendo as eleições presidenciais americanas, trago como é realizado o procedimento de escolha do cargo mais alto do governo dos Estados Unidos.
Assunto sempre instigante e de grande relevância mundial, as eleições presidenciais americanas tem sido ao longo da história um momento grandioso. A grandeza do tem tem relevância tanto economica quanto em números de pessoas envolvidas.
Assim, a mobilização de 224 milhões de eleitores demonstra como o pleito deve seguir procedimentos específicos de organização.

Requisitos Constitucionais

Inicialmente, vale lembrar que o voto não é obrigatório nos Estados Unidos. Conforme previsão constitucional o voto naquele país é um direito e um privilégio.
Cada estado possui a sua legislação e regras quanto idade para se alistar à Justiça Eleitoral. Dessa maneira, a idade para votar pode variar nos 50 estados entre 18 e 23 anos de idade. 
Veja aqui a idade para votar em cada estado americano.
No mesmo sentido, cada estado membro também pode regulamentar e decidir se as eleições serão realizadas por meio eletrônico ou por cédula de papel.
Além disso, outra característica importante sobre as eleições presidenciais americanas diz respeito ao voto indireto.
Os eleitores participam do pleito, mas não votam diretamente no candidato à Presidente. Na verdade, elegem delegados que os representa na votação oficial para Presidente.

Leia também: RACISMO E OS FATOS MARCANTES ATUAIS.

Entendendo as eleições presidenciais americanas – características

O mandato presidencial nos Estados Unidos é de quatro anos. Assim, as eleições ocorrem na primeira terça-feira do mês de novembro do quarto ano do mandato.
Mas não é só isso.
Existem alguns requisitos para ser Presidente dos Estados Unidos. O candidato deve ser americano nato, ter pelo menos 35 anos de idade e residir no território americano nos 14 anos que antecedam as eleições.

Etapas do Processo eleitoral

O processo eleitoral americano é dividido em três etapas.
Na primeira etapa, os partidos políticos realizam as prévias – primárias dos candidatos. Aqueles interessados em concorrer as eleições iniciam com suas intenções perante o seu partido político.
Apesar de apenas dois partidos políticos, os Democratas e os Republicanos, terem representação nacional, não há previsão constitucional de limite sobre o tema.
Aliás, existem outros partidos políticos nos Estados Unidos bem com, inúmeros candidatos.
Cumpridos os requisitos inicia-se a primeira grande disputa, decidir quem serão os candidatos oficiais.

Segunda etapa das eleições 

Na segunda etapa do processo eleitoral são realizadas as Convenções Estaduais e, finalmente, a Convenção Nacional.
Dessa maneira, na Convenção Nacional são anunciados os candidatos a Presidente e Vice-Presidente da República.
O anúncio dos candidatos é uma grande celebração na cidade em que acontece, mas sem sombra de dúvidas em todo o país. Um marco oficial que dá prosseguimento ao pleito.
Em seguida, iniciam-se oficialmente a campanha eleitoral.

Terceira etapa

A terceira e última etapa é o momento do voto propriamente dito.
Finalmente, nesse momento há a participação popular que deverão escolher os delegados que os representarão nas eleições indiretas. 
Os delegados se apresentam como representantes de algum candidato e fazem campanha para o mesmo desde o início.
No entanto, já houve casos em que os delegados mudaram o seu posicionamento inicial, dando a vitória final a outro candidato.

Escolha dos delegados

O número de delegados de cada estado é o resultado da soma do número de Senadores e de Deputados Federais de cada estado, ou seja, 538 delegados. Cada delegado vota para o seu candidato à presidência.
O candidato à presidência, por sua vez, que atingir 270 votos ou mais, vence as eleições americanas.
Logo, a posse do novo Presidente ocorre em 20 de janeiro. Durante esse período que antecede a posse após o final das eleições é realizada a transição entre os Presidentes da República dos Estados Unidos.

Eleições 2020

Devido à crise mundial por causa da Pandemia do COVID-19 as eleições presidenciais americanas também tiveram algumas alterações em 2020.
Alguns estados mudaram as prévias.
Wisconsin, apesar de ter sofrido grande críticas do mundo todo, manteve as prévias presenciais em abril.
Entretanto, outros estados realizaram as prévias por e-mail ou ainda as postergaram para agosto.
Também foram adiadas as Convenções Nacionais do Partido Republicano, que será entre 24 e 27 de Agosto na Carolina do Norte e, dos Democratas  de 17 a 20 de agosto, em Wisconsin.
Essas datas já estão com um mês de diferença do período normal.

Leia também:

SERÁ QUE A PRÁTICA DO ABORTO É CRIME?
CASO MARBURY VS. MADISON: A ORIGEM DO CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE
HIERARQUIA DAS LEIS: QUAL O POSICIONAMENTO ATUAL;

Olá! Para quem ainda não me conhece, eu sou a Raquel. Sou formada em direito e, desde pequena, vivo me mudando. Primeiro, pelo trabalho do meu pai. Nasci numa cidade diferente de toda a minha família. Depois me mudei para São Paulo, onde estudei, me formei em Direito, advoguei, terminei meu mestrado e também me casei. Juntos eu eu o meu marido embarcamos numa grande aventura. Tivemos nossos três filhos e nos mudamos de cidade e país algumas vezes. Lecionando descobri que o Direito fica muito mais interessante quando é compartilhado com pessoas interessadas. Assim, criei esse novo projeto para seguir estudando, pesquisando, compartilhando ideias e leis com vocês!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o topo
Translate »