BOLAS FORA E PERRENGUES DE UMA FAMÍLIA BRASILEIRA NA HOLANDA

Bolas fora e perrengues de uma família brasileira na Holanda
Mães mundo aforaLeave a Comment on BOLAS FORA E PERRENGUES DE UMA FAMÍLIA BRASILEIRA NA HOLANDA

BOLAS FORA E PERRENGUES DE UMA FAMÍLIA BRASILEIRA NA HOLANDA

Bolas Fora e perrengues de uma família brasileira na Holanda

Bola fora, rata, mico, mancada, perrengue, diferentes expressões usadas Brasil afora com o intuito de demonstrar uma situação pela qual passamos vergonha e constrangimento.  O dicionário as define como fazer um comentário indevido ou, fora de hora.
Contudo, podem virar boas lembranças e muitas risadas, mas no momento em que acontecem, geram uma situação inusitada.
Dessa forma, morar fora do Brasil abre um leque de oportunidades para que elas aconteçam.  Culturas diferentes, novidade para quem chega, curiosidade para os que querem conhecer os forasteiros, um prato cheio. Assim, nesse texto resolvi contar alguns fatos, passagens da minha vida, da época em que morávamos na Holanda.  Então vamos lá, perpetuar o mico!

Nunca pergunte a uma holandesa grávida qual é o sexo do bebê

Por coincidência, os vizinhos mais próximos, cujo quintal nos separava por um muro baixo, também esperavam um filho.  A esposa estava grávida com poucas semanas de diferença. Com isso, a condição nos rendeu um belo papo já nos primeiros dias e encontros pelo quintal.
Assim, procurando ser gentil e iniciando uma amizade, fui logo contando que eu estava esperando um menino e seu nome seria Eric.  Claro que não me contive e perguntei sobre o bebê dela. Frases já costumeiras no Brasil: é menino ou menina? Como vai se chamar?
Meio sem graça, ela me respondeu que ainda não sabia. Em seguida, emendou: “É que aqui na Holanda nós preferimos contar somente ao nascimento”. 
Além disso, para piorar um pouquinho a situação, ela ainda me disse que o nome eles contariam para todos por meio de um cartão, um comunicado formal para a família e os amigos. Em suma, foram duas bolas fora de uma só vez!

Para ler o texto na íntegra clique aqui e conheça a plataforma Mães Mundo Afora, afinal tem muito mais para contar.

Leia também:
POR QUE CELEBRAR O DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES?;
INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO;
DIREITO DOS ANIMAIS PELO MUNDO: ENTENDA COMO FUNICONA;

Olá! Para quem ainda não me conhece, eu sou a Raquel. Sou formada em direito e, desde pequena, vivo me mudando. Primeiro, pelo trabalho do meu pai. Nasci numa cidade diferente de toda a minha família. Depois me mudei para São Paulo, onde estudei, me formei em Direito, advoguei, terminei meu mestrado e também me casei. Juntos eu eu o meu marido embarcamos numa grande aventura. Tivemos nossos três filhos e nos mudamos de cidade e país algumas vezes. Lecionando descobri que o Direito fica muito mais interessante quando é compartilhado com pessoas interessadas. Assim, criei esse novo projeto para seguir estudando, pesquisando, compartilhando ideias e leis com vocês!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
Translate »